Jornal O Diário

Sábado, 19 de Abril de 2014

Última atualização:08:00:00 PM GMT

Você está no canal: CIDADES CIDADES Menino de 9 anos é vítima de afogamento

Menino de 9 anos é vítima de afogamento

 


Um garoto de 9 anos se afogou ontem (2) à tarde após ser empurrado para dentro de uma lagoa na Empresa de Mineração Caravelas, na Vila Estação, em Braz Cubas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o menino foi socorrido já no nível seis de afogamento, considerado o mais grave.

O garoto, identificado como Davi Pereira da Silva, mora com a mãe na comunidade ao lado do empreendimento e teria ido com colegas brincar nos lagos formados pela extração de areia. Dezenas de pessoas estiveram no local para acompanhar o salvamento de Davi. Algumas delas saíram chorando. “Pelo que contaram para a gente, ele estava brincando com outros garotos quando um deles empurrou o Davi para dentro do lago. Um funcionário da mineradora que veio ajudar a resgatar. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) disse que ele vai para o Luzia de Pinho Melo”, contou Silas dos Santos Nascimento, de 39 anos, pedreiro e tio do garoto.

Em novo contato com Nascimento, a reportagem foi informada de que Davi passou por uma cirurgia e respirava, às 18 horas de ontem, com a ajuda de aparelhos.

Segundo o sargento Marcelo Cavadas, do Corpo de Bombeiros, o garoto ficou mais de 10 minutos na água. “Foram mais de 10 minutos até ele ser resgatado por um funcionário da mineradora que fez massagem cardíaca. Constatamos que ele já estava no nível seis na escala de afogamentos, que é o mais grave”, detalhou.

Segundo o comandante, os casos de afogamento no local eram constantes até 2010. De lá para cá, conforme os bombeiros, o acesso ao empreendimento foi restrito. As pessoas conseguem chegar lá por meio de uma parede aberta em uma lateral. “As lagoas aqui são fundas. Algumas têm 20 ou 30 metros. Só que outras chegam a atingir até 50 metros”, comentou.

Para a ocorrência foram usadas quatro viaturas do Corpo de Bombeiros, duas, inclusive, precisaram ser deslocada do Grupamento, no Shangai, e uma do Samu. (Lucas Meloni)

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar