Jornal O Diário

Quarta-Feira, 17 de Setembro de 2014

Última atualização:06:00:00 AM GMT

Você está no canal: POLÍCIA POLÍCIA Motorista é rendido por bandidos na Mogi-Dutra

Motorista é rendido por bandidos na Mogi-Dutra


Um caminhoneiro passou momentos de apuros ao ser abordado por bandidos às margens da Rodovia Mogi-Dutra (SP-88), quilômetro 45, na manhã de anteontem (1º). Ele ficou sob o poder da quadrilha por horas, teve o seu caminhão levado pelos marginais e foi abandonado em Guarulhos.

O motorista Rodrigo Faria de Oliveira, de 28 anos, dirigia o seu caminhão Volkswagen 23.220 (DBL0359) tipo guincho, registrado em nome da empresa Requinte Centro Automotivo LTDA., quando observou que o painel do veículo começou a apitar. O condutor optou por parar no estacionamento da Casa do Pão de Queijo.

Oliveira consertou o defeito e, ao retornar para a cabine do caminhão, foi abordado por três homens desconhecidos que gritaram estar armados e ordenaram que ele entrasse em um  segundo veículo, um Peugeot SW verde claro, estacionado ao lado do VW da vítima.

Segundo relato que consta no boletim, o caminhoneiro reconheceu que os três meliantes que estavam com ele no carro passaram pelo pedágio da Ayrton Senna (SP-70), em Itaquaquecetuba. Após isso, o automóvel entrou por uma rua de terra. O trio chegou a uma casa de alvenaria inacabada e encontrou um vigia à porta.

Durante à tarde, o vigilante ligou para um quinto bandido chamado de “Japonês” perguntando se demoraria para buscar à vítima. “É normal demorar ainda mais já que um foi preso, mas já soltaram o cara e logo desenrola”, respondeu.

Com a chegada do “Japonês”, a vítima foi colocada no mesmo carro verde e deixada na Rodovia Hélio Smidt (SP-19), próximo à conexão com a Presidente Dutra (SP-60), onde acionou a Polícia. O caminhão, cujo valor no mercado é de R$ 110 mil, havia sido levado.

Homicídio

O mecânico Daniel Ferreira Assunção, 25 anos, foi morto na Rua Santa Virgília, altura do número 343, no Jardim Universo, por volta da 1 hora de ontem. Segundo a PM, uma viatura foi acionada para atender uma ocorrência de disparo de arma de fogo. Ao chegarem ao local, os militares encontraram a vítima agonizando com ferimento na cabeça. Assunção chegou a ser levado para o Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo, mas não resistiu. A Perícia recolheu um projétil que foi encaminhado para análise. A Polícia Civil instaurou investigação para apurar o assassinato. O caso foi registrado às 3h19 da madrugada, no 2º Distrito Policial, em Braz Cubas, como homicídio simples. (Lucas Meloni)

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar